Sobre a banda

Fazer rock alternativo no Brasil definitivamente nunca foi um trabalho viável pra quem sonha em viver de sua arte e torná-la possivelmente uma profissão rentável desde sempre mas isto não tem sido um problema para quem vem acompanhando o surgimento em grande escala de novas bandas e seus respectivos trabalhos nos últimos anos. Claro que este fator implica no processo de gravações de álbuns, na movimentação dos artistas em relação a shows e tudo mais, mas este favor negativo não vem a tornar-se um impecílio total para quem realmente acredita no que faz e o faz por puro e admirável amor ao ideal. Extremamente anexado a este conceito praticado surge a ixtlan noisetrack, duo formado em 2008 por Nando Guglielmi e Jaime Castro na cidade de Gravataí, RS nos trazendo a tona seu debut intitulado “Songs For Guys On Their Thirties EP”, uma obra contendo cinco pérolas certeiras lotadas de boas referências e intimismo ao longo das faixas, seja pelo punch de guitarras pungentes evocando um culto ao alt-rock norte americano dos anos 90 da ótima faixa de abertura “Murder” e em “Jesus Stole My Car”, nas introspectivas e louváveis “Your Time To Sleep” e “The Riding Song” com seus vocais em tons confessionais ou na parceria perfeita em conjunto com o vocalista Daniel Rosemberg da banda Moldavia, resultando na maravilhosa “The Waiting Song”, faixa que encerra o EP de forma excepcional nos dando a certeza de que não precisamos buscar apenas no mainstream ou nos círculos viciosos sugeridos pela mídia por obras geniais para suprir nossas necessidades em ouvir trabalhos com alta qualidade e que o rock underground brasileiro anda em alta, talvez como jamais esteve apesar de cativar um pequeno grupo de admiradores e não atingir grandes massas de ouvintes. Enfim, “Songs For Guys On Their Thirties EP” é para lavar a alma de qualquer pessoa que desacredite no que é produzido em território nacional e altamente recomendado a partir de agora. Excelente!!!

Por Al Schenkel, no Sussurros e Escarros.